Ela vai voltar


Ela vai voltar
Titulo: Ela vai voltar
Shipper: R/Hr
Resumo : Mais uma brigada, e dessa vez Ron acha que a perdeu de vez...Será que Ela vai voltar ?

Capitulo 1

<a href="http://www.youtube.com/watch?v=vtRSz5BUT1c?hl=en"><img alt="Play" src="http://www.gtaero.net/ytmusic/play.png" style="border:0px;" /></a>
Minha mente
Nem sempre tão lúcida
É fértil e me deu a voz

Ron Weasley estava sentado em um bar trouxa sua cabeça estava quase explodindo e a qualquer momento ele poderia chorar. Mais uma vez tinha sido estúpido e afastado “ela”. Uma briga tão besta quanto às anteriores, ele estava arrependido como sempre, mas era orgulho demais para pedir desculpas tão rápido.

Ele olhava o copo em sua frente com raiva, já era o décimo copo de uma bebida trouxa – que ele ao menos sabia o nome – que bebia. E quanto mais bebia mais se lembrava do acontecimento das horas anteriores. E sua cabeça vinha nitidamente o nome “Vitor Krum”, porque “Por Merlin existiam tantas pessoas no mundo para ele se corresponder e era com sua namorada que ele fazia isso ?” pensou ele irritado. Sem perceber sua mente vagou para o momento da “discussão”

Minha mente
Nem sempre tão lúcida
Fez ela se afastar


-O que é isso Mione ? Uma carta ? –ele perguntou olhando para a carta que a namorada lia distraidamente.

-Não Ron –ela disse olhando para ele sarcasticamente – é um pomo de ouro –disse e ele fechou a cara.

-De quem é ?

-Vitor ele...

-Ah, a carta é do Vitinho ? – ele perguntou mortalmente irritado e Hermione parou de ler a carta para olhá-lo.

-Vai começar é ? –ela perguntou olhando para ele –Ron o Vitor é meu amigo!

-Sim –ele disse – assim como você é minha amiga! Você sabe Mione que esse cara quer ficar com você, ele não perde uma chance fica ai achando que é o maioral e vai te roubar de mim! –ele disse serio.

-Ron ele não vai me roubar de você, e eu não sou uma propriedade sua –ela disse e ele corou – pare de pensar que só porque Vitor é meu amigo ele quer ser mais que isso.

-É claro que ele quer e você deixa, ainda dá mole... –ele disse e logo depois de ouvir o que tinha dito tentou concertar, mas Hermione já tinha saído rápido e batido a porta, e quando tentou alcançá-la no jardim viu que ela já tinha aparatado.

Mas ela vai voltar
Mas ela vai voltar

Abaixou a cabeça ao lembrar do modo lamentável com que tratou sua namorada. Tinha perdido, mas sempre foi assim. Ron Weasley e Hermione Granger sempre discutiam e ela sempre voltava pra ele. Mesmo sabendo desse fato, ele sentiu medo. E se dessa vez fosse diferente ? E se ela não voltasse pra ele ? E se ela corresse pros braços do queridinho búlgaro que ele odiava ?

Essas perguntas eram as que assolavam a cabeça do pobre garoto quando Harry entrou no bar. O moreno nem precisou procurar, o ruivo era facilmente notável, e dessa vez não era pelos cabelos vermelhos. Ele estava choramingando e Harry balançou a cabeça. Não era a primeira vez que seus melhores amigos brigavam, por isso ele sabia exatamente onde procurar. Sentou-se ao lado de Rony e pediu uma dose ao garçom.Ron olhou desolado para o amigo que só deu de ombros.

-Harry –ele disse triste e Harry deu tapinha no ombro do amigo –eu fiz besteira Harry –ele disse com a voz um pouco enrolada.

-Rony, o que aconteceu em ? –Harry perguntou mesmo já sabendo o que tinha acontecido.

-Eu a conheci –ele disse e Harry não entendeu.

Ela não é
Do tipo de mulher
Que se entrega na primeira

-E então Harry –ele continuou – ela mudou minha vida. Acho que me apaixonei pela Mione desde que ela entrou na nossa cabine –ele disse Harry deixou que o amigo desabafa-se –Ela foi tão especial que nem percebeu isso, e isso me chocou um pouco. Ela foi corajosa quando não nos entregou para McGonagall, foi leal e inteligente e o que eu fiz ? A chamei de pesadelo –ele disse pesaroso – é claro que no começo ela era um pesadelo, mas era um pesadelo que eu poderia ter todas as noites ao meu lado, conversando rindo ou somente admirando.

Deu uma pequena pausa e levantou a mão.

-Mais uma dose garçom –ele disse rápido e quase embolando a língua.
-Rony você não acha que já bebeu demais....?

-Só assim posso esquecer as mancadas que fiz –ele disse Harry olhou para o terceiro lugar na mesa, o lugar vazio, o lugar de Hermione.

Mas melhora na segunda
E o paraíso é na terceira

-Se lembra do segundo ano Harry ? Ela foi forte. E eu fui estúpido, senti medo Harry, senti medo de perdê-la e não dizer que a amava como deveria ter dito, mas o que eu poderia fazer ? Eu era só uma criança, boba e assustada como o sentimento que estava tomando conta do meu peito. Acho que continuo sendo essa criança só que, antes eu era uma criança. E no terceiro ano ? Acho que a Mione ficou muito chateado por causa daquele saco de pulgas Ai –ele disse se referindo a Bichento e gemeu quando sentiu que Harry o havia chutado – por que me chutou Harry ?

-Ér...Foi sem querer –ele falou.

-Sim, eu estava falando do saco....Do bichento. Mione ficou muito chateada comigo, mas também aquele gato é terrível. Mas eu senti que a cada momento me apaixonada mais por ela e queria com toda minha alma dizer que gostava dela, mas sabia que não conseguiria, nem entendia como eu poderia me considerar um grifinorio.

Ela tem força
Ela tem sensibilidade

-Ron...

-Mione sempre foi uma mulher. Sempre lutou pelo que queria, e isso sempre me encantou. Diferente de muitas garotas eu sempre achei a Mione uma mulher. Porque com toda sua fibra ela conseguia realmente fazer coisas boas, ou melhor, consegue. Acredita que por causa dela ensaiei milhares de vezes em frente ao espelho como convidá-la ao baile ? E Harry acredita que eu cheguei a pensar que iriamos juntos ao maldito baile de inverno ? –ele perguntou irritado e Harry quis rir – mas então aquele búlgaro filho da mãe apareceu e eu senti vontade de esganá-lo. E não fui eu que a levei para o baile...Foi ele. Isso me corroeu por dentro. Como assim , minha Mione ir ao baile com aquele...Jogadorzinho estúpido, eu fiquei irritado e por isso fiz toda aquela cena no fim do baile –falou cabisbaixo e Harry concordou.

Ela é guerreira
Ela é uma deusa
Ela é mulher de verdade


-No quinto ano foi toda loucura que a AD nos transmitiu, e mais uma vez ela foi uma mulher. Minha Mione sempre foi mais inteligente, mais bonita, mais forte que as outras e por mais que odiasse admitir a partir daquele momento eu já a amava demais e não conseguiria de nenhuma maneira viver sem ela. Acredita que cheguei a pedir conselhos a Luna, e é claro ela me deixou pior. Não que ela tivesse me dito algo ruim, mas ela conseguia me fazer entender porque eu nunca serviria para a Mione, afinal ela dizia coisas boas sobre mim, eu sabia que não era verdade. Chegou a dizer que Mione não me merecia pois era cética demais. Mas é claro que não levo em conta nada que Luna fala porque ela tem um parafuso a menos Harry –ele disse e Harry riu um pouco da careta do amigo.

Ela é daquelas
Que tu gosta na primeira

-Pensei em conquistar Mione no sexto ano, mas assim que Gina começou a me provocar me dizendo que o idiota do Krum tinha...Beijado a Mione eu pirei. Fui rude e idiota com ela e depois fiquei com a Lilá Ai Harry –ele gritou assim que sentiu outro chute na canela – porque fica me chutando ? Interrompendo minha historia ? –Harry deu de ombros e ele continuou e Harry sentiu vontade de rir – Ai eu vi que a Mione sentia algo por mim afinal ela não ficaria com raiva da Lilá por nada...

-É isso é verdade , acho que você nunca fosse entender que gostava dela. Por Deus Rony você fez algumas besteiras, mas nada que não se possa concertar meu amigo –ele disse e Ron balançou a cabeça negando.

Se apaixona na segunda
E perde a linha na terceira

Ron balançou a cabeça e começou a chorar. Chorar feito um menininho que caiu da vassoura, nesse seu momento de tristeza Harry pagou a conta no bar e arrastou o amigo para fora. Harry não queria aparatar com ele por isso seguiu o segurando de um lado.

Ele chorava e não percebeu quando seu amigo o deixou em casa. Rony agora morava em um pequeno apartamento em uma rua trouxa de Londres. Hermione tinha o incentivado a comprar aquele pequeno apartamento porque o ruivo disse que necessitava de liberdade. E então ele comprou. Sentiu a água gelada caindo sobre seu corpo e fechou os olhos.

Ela é discreta
E cultua bons livros
E ama os animais
Tá ligado, eu sou o bicho

Ela estava sentada em um balanço. Sorria feliz e estava gritando que poderia voar, Ron se aproximou e ficou em sua frente, sorrio e percebeu que o sorriso da morena se apagou. Ela agora parecia furiosa, como no dia em que ele voltou ao acampamento contando aquela historia do desiluminador ela estava enraivada com ele e por que ? Ele não fazia a mínima ideia.
-Mione...

-Mione ? Mione ? Você me chama de Mione agora não é Ronald ? Me esqueça! Nem acredito que passei tanto tempo tentando ficar com você, anda, vá embora!
Ele sentiu algo estranho por dentro. Aquilo se chamava medo, e ele se sentia quase sufocado...

-RONY!

Minha mente
Nem sempre tão lúcida
É fértil e me deu a voz
Minha mente
Nem sempre tão lúcida
Fez ela se afastar
Mas ela vai voltar
Mas ela vai voltar

-Harry ? –ele perguntou quando abriu os olhos e percebeu que ainda estava debaixo do chuveiro.

-Acho que você dormiu ai –ele disse e Ron assentiu , se levantou com ajuda de Harry.

-Obrigada –ele disse assim que deitou na cama e tomou um copo do odioso café que Harry preparou para ele –obrigada mesmo Harry.

Deixa eu te levar
Pra ver o mundo, baby
Deixa eu te mostrar
O melhor que eu posso ser

-Agora você tem que dizer a Mione porque tem tanto ciúme dela ? Ela é sua namorada Rony, ela gosta de você desde que te conheceu e você tem que explicar tudo a ela. Além disso Vítor é só um amigo para ela A-M-I-G-O.

-Não posso explicar a você não Harry ? –ele perguntou e Harry balançou a cabeça negativamente – porque não ?

-Porque é a Mione que merece explicações –ele disse – mas se quiser me contar é bom também, porque eu não entendi quase nada do que você disse no bar –Rony riu e Harry também.

Ela não é
Do tipo de mulher
Que se entrega na primeira
Mas melhora na segunda
E o paraíso é na terceira

-Sim eu vou contar...Harry onde a Mione está agora ? –ele perguntou e Harry sorriu.

-Com a Gina provavelmente por quê ?

-Nada, só queria ver o sorriso dela antes de dormir – ele falou e se levantou da cama.

-Ei aonde vai ? –Harry perguntou rápido e ele se virou para ver a cara do amigo.

-Vou pegar uma foto da Mione,Harry não se preocupa.

Ela tem força
Ela tem sensibilidade
Ela é guerreira
Ela é uma deusa
Ela é mulher de verdade

Logo depois Rony voltou à cama e os amigos não disseram nada. Rony fechou os olhos mais uma vez naquela noite tempestuosa e sem querer algumas lembranças lhe vieram à mente...

Ele e Mione estavam caminhando por Londres, riam brincavam e conversavam como um casal de apaixonados que tinham acabado de se acertar. Quando Ron viu algo do outro lado da rua.Ele atônito puxou Mione rápido para o meio da pista então seus olhos perderam o seu alvo.

Eles estavam no meio da pista com vários carros indo e vindo, alguns buzinavam.Outros gritavam para eles saírem do meio da rua, ele até puxaria Hermione, mas estava tão chocado quanto ela. Ele jurava ter visto Fred do outro lado da rua, por isso a decisão tão inapropriada de sair correndo atrás do irmão.

Ela é daquelas
Que tu gosta na primeira
Se apaixona na segunda
E perde a linha na terceira

 Hermione olhava para o namorado com certo medo até que dois ônibus, em direção contraria vinham rápido. A principio Rony sentiu medo e quando viu os incríveis olhos castanhos de sua namorada arregalados não pensou em outra coisa e só a beijou. As pessoas olhavam para o casal no meio da pista se beijando, e assim quando os dois ônibus passaram por eles Ron deu um jeito de aparatar com sua namorada.

Quem olhava para ver se aconteceria algo com o casal se surpreendeu ao não ver mais ninguém quando os ônibus seguiram seu caminho. Hermione foi abraçada fortemente com os olhos ainda fechados sentiu um enorme carinho por aquele ruivo bobo, e assim que chegaram A’ toca começaram a contar esse pequena historia a todos.

Ela é discreta
E cultua bons livros
E ama os animais
Tá ligado, eu sou o bicho
***
-Rony! – O grito de Gina ecoou por toda Toca e antes que ele pudesse pensar em outra coisa aparatou. Não queria ouvir os gritos de sua “doce” irmãzinha e então aparatou direto em seu apartamento.

Sentiu o cheiro de algo queimando e lembrou que Hermione disse que faria algo para eles almoçarem. Assim que chegou na cozinha viu uma Hermione descabelada e choramingando ele deu uma risada alta e ela o olhou desconcertada.

-O que aconteceu Mione ? –ele perguntou e ela apontou para um enorme livro com capa laranja.

-Eu estava tentando cozinhar quando achei o livro –falou chateada – e então comecei a lê-lo e não consegui parar e quando percebi já estava tudo queimado.

Minha mente
Nem sempre tão lúcida
É fértil e me deu a voz
Minha mente
Nem sempre tão lúcida
Fez ela se afastar
Mas ela vai voltar
Mas ela vai voltar

-Vem cá meu amor –ele chamou e ela foi pra perto dele – você sabe que mesmo que seu dotes culinários não sejam lá essas coisas eu quero passar o resto dos meus dias com você não sabe ? –ele perguntou e ela não sabia se queria rir ou bater nele.

-Palhaço

-Só pra te fazer rir.

-Maluco

-Por você!

-Bobo

-Sou seu bobo –ele disse e antes que ela pudesse continuar ele a beijou.

Fazer da vida
O que melhor possa ser
Traçar um rumo novo
Em direção ao sol
Me sinto muito bem
Quando vejo o pôr-do-sol
Só pra fazer nascer a lua

***

Assim que Rony pegou no sono a poção polissuco perdeu seu efeito. Os olhos verdes se transformaram em castanhos, os cabelos negros em uma longa cabeleira cacheada, o corpo diminuiu ficando assim mais baixo e um pequeno sorriso brotou dos olhos da morena. Ela sorria porque nem um segundo sequer conseguia ficar brigada ou distante dele.


Tirou as roupas de Harry , abriu o guarda roupa dele e pegou uma camisa grande vestiu e foi deitar ao seu lado. A principio só ficou acariciando os cabelos de seu ruivo enquanto o admirava.

Mione se lembrou de ter pedido a Harry suas roupas e um pouco de seu cabelo. E disse ao amigo que iria buscar Rony. Ela não sabia de onde tinha surgido aquela ideia maluca, mas sabia que para Ron seria muito mais fácil contar a Harry e pedir desculpas do que a própria Hermione. E foi pensando nisso que dormiu.

Minha mente
Nem sempre tão lúcida
É fértil e me deu a voz
Minha mente
Nem sempre tão lúcida
Fez ela se afastar

Ron acordou de madrugada sentiu cede. Quando seu olhos abriram sentiu aquela pequena mão sobre ele. Pensou que estivesse em mais um de seus sonhos, mas não.Aquela mão quente sobre seus cabelos era a realidade, aqueles cabelos espalhados pelo travesseiro e o rosto e o perfume inconfundível da sua morena. Ele esqueceu da água assim que a notou ali do seu lado.

Puxou sua morena para mais perto e a abraçou forte.

Mas ela vai voltar
Mas ela vai voltar
Mas ela vai voltar
Mas ela vai voltar

Ela estava sendo esmagada por ele e por isso despertou. Olhou para ele com vontade de esgana-lo, mas esqueceu de tudo assim que viu seu sorriso e então sorriu de volta.

-Eu só queria que soubesse que sinto muito –ele disse ela sorriu.

-Eu sei o quanto sente meu chorãozinho –disse sorrindo então ele notou as roupas de Harry.

-Sabia que você ia voltar –falou sorrindo e a puxando mais para perto.

-Sabia é? –ela perguntou afagando os cabelos do namorado e ele a puxou para cima dele.

-É! Você voltou Mione, para mim –ele disse e antes que ela pudesse retrucar ele a beijou, foi um beijo diferente dos outros. Um beijo de desculpas, saudades e muito amor!

FIM



Ela vai voltar Ela vai voltar Reviewed by A escritora sonhadora on 00:22 Rating: 5

Nenhum comentário